Outsourcing de TI: O Guia Completo 2020

Caso esteja com pressa e queira contratar o serviço de outsourcing de TI, clique aqui.

Nos últimos anos, o outsourcing de TI vem se consolidando como uma solução estratégica para as empresas que desejam reduzir custos e, acima de tudo, garantir maior eficiência operacional em relação aos seus processos ligados à tecnologia de informação e comunicação.

Mas, e então, ciente de que muitos gestores têm dúvidas em relação ao outsourcing de TI, montamos este conteúdo para apresentar um guia completo sobre o assunto. Aqui, conhecerá não só o que é o outsourcing de TI, mas também suas vantagens, desvantagens, modelos, tipos e muito mais.

Se é do seu interesse tomar conhecimento desse assunto, continue a leitura. O outsourcing de TI pode, sem dúvida alguma, ajudar a sua empresa a alcançar os seus objetivos com maior facilidade.

Um breve contexto histórico a respeito do outsourcing

É fato que o outsourcing (não só da área de TI, mas de toda e qualquer uma) vem se tornando uma tendência no mercado mundial, devido às mudanças das leis que favorecem a terceirização dos serviços como um mercado em potencial. Tanto isso é verdade que, segundo algumas pesquisas, esse mercado movimentou, em 2018, em escala mundial mais de 85 bilhões.

No Brasil, por exemplo, foi aprovada a Lei 13.429, em 2017, a qual fortalece e respalda a terceirização de serviços como uma solução estratégica para o desenvolvimento econômico das empresas e do mercado nacional.

Nesse sentido, podemos dizer que o outsourcing de TI é fruto das mudanças sociais e econômicas pelas quais o país e o mundo passam atualmente. Com a terceirização de serviços, as empresas podem reduzir custos, bem como investir na melhoria dos seus processos.

Antes mesmo da aprovação da referida lei, as empresas já praticavam o outsourcing, quando, por exemplo, colocavam parte dos seus serviços nas mãos de outras organizações. Alguns dos serviços comuns mais terceirizados no âmbito de uma empresa são:

  • Serviços gerais;
  • Serviços de manutenção e reparo, em geral, como elétrico, encanamento, alvenaria etc.;
  • Serviços relacionados à contabilidade;
  • Serviços de impressão.

Em conclusão, o outsourcing faz parte de um fenômeno que tem origem nas mudanças sociais, econômicas e culturais, tanto provindas do cenário internacional como nacional.

O que é outsourcing de TI?

O outsourcing de TI, segundo especialistas, é uma prática ou conceito que se refere à terceirização de serviços relacionados à tecnologia da informação, as chamadas TICs. Assim, por exemplo, se a empresa X transfere a responsabilidade da operação de TI para a organização Y, está praticando o outsourcing de TI.

No âmbito da tecnologia, o outsourcing de TI consiste na externalização da gestão e controle de processos de tecnologia de informação que fazem parte de uma empresa privada ou governamental.

Hoje, muitas empresas, tanto públicas como privadas, vêm adotando tal solução pela ótima relação de custo-benefício que oferece, como otimização e agilidade em relação aos processos de TI.

Outsourcing de TI é o mesmo que terceirização de TI?

Ainda que muitos gestores confundam tais expressões, acreditando que se tratam da mesma coisa, devemos dizer que outsourcing de TI não é o mesmo que terceirização de TI.

Na terceirização de TI, os serviços desempenhados pela organização contratada são de menor complexidade, envolvendo, por exemplo, o fornecimento de limpeza dos equipamentos, bem como manutenções, em geral. Algo que a própria empresa que contratou poderia fazer, mas não o faz por uma questão de estratégia de desenvolvimento de negócio, como redução de custos pela não contratação de profissional especializado para compor o seu quadro de colaboradores efetivos.

O outsourcing de TI, por sua vez, é uma tarefa especializada e de maior complexidade, requerendo dos profissionais maior qualificação para ficar responsável por operações de TI que são essenciais para o pleno e adequado desenvolvimento da empresa que contratou.

Em resumo, podemos dizer, na comparação com a terceirização de serviços de TI, que o outsourcing de TI é uma prática especializada e qualificada que se responsabiliza por atividades mais complexas no âmbito da tecnologia da informação de uma empresa.

Modelos de Outsourcing de TI

Ainda que os modelos de Outsourcing de TI sejam poucos abordados nos conteúdos que encontramos na internet e em outros espaços do conhecimento, temos que dizer que conhecer cada um é fundamental para a empresa que deseja contratar de forma segura o melhor serviço conforme a sua realidade.

Para conhecer os que existem, prossiga a leitura. Ao todo, são seis, conforme especialistas:

1. PC as a Service (PC como serviço)

Para os especialistas, esse modelo de Outsourcing de TI é para as empresas que buscam contar com tecnologias de ponta, de última geração, no âmbito da tecnologia da informação.

Esse modelo fornece tudo o que há de mais moderno no âmbito do TI, como interfone, controle de acesso, notebook, desktop, servidor, IPad, celular, tablet, entre outros equipamentos, todos com softwares atualizados e prontos para uso.

A empresa de Outsourcing de TI contratada não só fornece, como também realiza a instalação e manutenção dos equipamentos de TI e gestão dos processos relacionados à área.

É uma solução para a empresa que deseja contar com tecnologia de ponta sem que para isso precise realizar um alto investimento.

Muitas empresas em início de carreira não dispõem de recursos financeiros o suficiente para investir na compra de equipamentos de TI. Por isso, esse modelo se torna a solução ideal.

Hoje, os equipamentos de TI são caros. A título de informação, um desktop ou notebook custa, no mínimo, R$ 1.000,00. Isso considerando apenas as configurações básicas, que são essenciais para o pleno funcionamento da máquina. Um tablet, por sua vez, uns R$ 400,00. O servidor talvez seja o equipamento mais caro. Há deles que custam acima de R$ 6 mil. É claro que a escolha do ideal levará em consideração a realidade/necessidade da empresa.

Em conclusão, esse modelo pode garantir que a empresa tenha acesso a equipamentos de ponta de TI e o suporte técnico ideal.

2. Desktop as a service (desktop como serviço)

Esse modelo consiste em fornecer desktops virtuais, os quais são hospedados por meio da computação em nuvem, às empresas.

Esse serviço não tem como objetivo o fornecimento de equipamentos físicos, como tablet, computador, servidores etc., mas prover as máquinas virtuais com soluções como softwares com o foco de garantir um ambiente seguro para a realização das operações da empresa.

Ele é ideal para a organização que deseja maior flexibilidade para gerir os seus dados.

Hoje, como sabemos, praticamente tudo é digital, o que torna esse modelo super atual, condizente com as necessidades de muitas empresas que desejam modernizar suas operações.

A computação em nuvem tem se colocado atualmente como uma solução fundamental para a empresa que deseja, vale dizer, não só modernizar suas operações, mas também reduzir custos.

A redução de custos pode fazer com que ela melhore a eficiência e produtividade de seus processos.

3. Hardware as a service (hardware como serviço)

Aqui, o foco é fornecer à empresa contratante equipamentos de TI que sejam de sua necessidade. O objetivo é garantir que ela tenha acesso a equipamentos modernos de TI, mas sem gastar um valor elevadíssimo para isso. Aqui, tocamos em um ponto que já foi discutido anteriormente, a questão dos preços dos equipamentos de TI.

Além disso, tem como foco o fornecimento de suporte técnico, instalação e configuração de equipamentos de TI da empresa.

Vale dizer que a instalação incorreta de um hardware pode não só colocar em risco o adequado funcionamento da empresa, mas também comprometer os seus dados. Por isso, é essencial contar com um serviço especializado e qualificado que seja capaz de fazer com que o seu negócio se desenvolva de maneira segura e eficiente.

O modelo Hardware as a service estuda a sua empresa e, após isso, fornece os hardwares que ela precisa para garantir o seu desenvolvimento, como: aumento das vendas, aumento da eficiência operacional, conquista de mais clientes, maior competitividade no mercado etc.

4. Device as a service (dispositivo como serviço),

Esse modelo apresenta uma solução para a empresa que deseja contar tanto com hardwares como com softwares completos que sejam capazes de garantir o seu pleno e adequado funcionamento. Além disso, fornece a gestão e suporte técnico dessas soluções, com o objetivo de fazer com que a empresa alcance com maior agilidade os seus objetivos e se torne assim mais competitiva no mercado.

Muitas das empresas até contam com bons hardwares, todavia, quando o assunto é softwares de qualidade, deixam a desejar e, por conta disso, não se desenvolvem como deveriam, ficando atrás da concorrência.

Com isso, deixam de aproveitar diversas oportunidades que o mercado oferece, como o aumento de clientes e das vendas.

Hoje, a empresa precisa ter ciência que usar as tecnologias de TI existentes deixou de ser apenas uma opção para se tornar em uma exigência para que ela alcance com maior agilidade os seus objetivos.

A empresa que não faz uso das tecnologias existentes podem ficar para trás e até mesmo colocar em risco a sua sobrevivência no mercado.

5. Workplace as a service (local de trabalho como serviço)

Nesse modelo, a empresa contratada proporciona um ambiente de trabalho satisfatório para os colaboradores da empresa que contratou (a contratante). Com outras palavras, a empresa responsável pelo Outsourcing de TI fornece o que a empresa contratante precisa para desenvolver os seus projetos com eficiência, qualidade e produtividade.

Para isso, cria um ambiente de mútua colaboração entre as equipes responsáveis, fortalecendo assim a relação entre eles e garantindo que a empresa consiga alcançar melhores resultados em relação aos seus projetos.

Para desenvolver um projeto de excelência, a empresa precisa ter ciência que contar com um ambiente completo é algo fundamental. O ambiente precisa dispor de soluções ou recursos que sejam capazes de conectar a equipe responsável pelo projeto, como espaço de discussão, comentários, adição de ideias, entre outras funções.

A empresa que conta com um ambiente como esse tende a desenvolver projetos mais completos e em perfeita harmonia com os interesses dos seus clientes.

Com isso, ela fideliza o seu público-alvo ou de interesse, fortalece a sua imagem, aumenta as suas vendas e se torna mais competitiva no mercado.

6. Software as a service (software como serviço)

Esse modelo é voltado para a empresa que deseja ter acesso a um pacote de programas de softwares mais completo, para garantir a otimização dos seus processos e a conquista de melhores resultados.

Um exemplo de pacote de softwares que a empresa pode contratar é o Office. É apenas uma ilustração, o que significa dizer que a empresa responsável pelo Outsourcing de TI pode oferecer vários outros, conforme a realidade da marca.

Hoje, uma forma de reduzir custos em uma empresa é garantir que ela, no lugar de comprar software isoladamente, faça um pacote e adquira os que precisa para o seu adequado funcionamento.

Como vimos, há diversos modelos de Outsourcing de TI atualmente. O que significa que pode estudar cada um melhor e selecionar o que mais pode atender às necessidades de sua empresa.

Muitas das organizações adotam mais que um, considerando a sua realidade. É o caso da primeira e segunda opção da lista que montamos de modelos de Outsourcing de TI. O primeiro pode garantir que ela tenha acesso a tecnologia de TI de ponta e o segundo permite que ela digitalize suas operações, de modo a torná-la mais eficiente e produtiva.

Tipos de Outsourcing de TI

Tipos de Outsourcing de TI

Além de existir modelos de Outsourcing de TI, há também tipos. Ao todo, a literatura relacionada ao assunto aponta três. Conheça cada um:

1. Outsourcing de TI offshore

O Outsourcing de TI offshore consiste na migração de um serviço de TI para que seja realizado em outro país onde a mão de obra é mais barata. Por exemplo, no lugar do serviço ser realizado no Brasil, a empresa emite uma ordem para que ele seja realizado em outro país, como a Índia ou Estados Unidos.

Alguns dos serviços de TI que são comumente enviados para outros país para que sejam feitos são: desenvolvimento de aplicações tecnológicas, como são o caso dos apps; suporte de tecnologia já existente; manutenção de solução de TI já existente. Até mesmo a gestão de tais soluções é terceirizada em outro país que cobre um valor mais em conta para o desenvolvimento do serviço.

Ainda que num primeiro momento pareça se tratar de uma boa solução, vale dizer que apresenta algumas desvantagens, como: diferença em relação ao fuso horário e barreira cultural e linguística.

O indiano, por exemplo, pode não pensar de maneira parecida com a do brasileiro, desenvolvendo uma solução que mais condiga com a sua cultura do que a do Brasil.

Além disso, há outro fator em jogo: no projeto de elaboração do projeto, pode existir formas de tratamento de uma palavra/ideia mal compreendida pelo país responsável pela execução do serviço de TI. Isso se dá pela barreira linguística, algo que deve ser levado em consideração na hora de decidir por esse tipo de Outsourcing de TI.

A sua principal vantagem reside no valor que pode ser bem mais em conta quando comparado com os serviços de terceirização de TI oferecidos no país de origem em questão.

2. Outsourcing de TI nearshore

No caso anterior, temos um tipo de Outsourcing de TI que migra o desenvolvimento do serviço de TI para uma país que pouco tem relação com a cultura e língua do país de origem, o que pode ser um problema, como vimos, em virtude da barreira cultural, entre outros fatores.

No entanto, há o tipo de Outsourcing de TI nearshore, que, como o próprio nome já diz, aloca algum tipo de tarefa de TI para ser realizada em um país vizinho ou alguma região próxima, como é o caso da América do Sul, por exemplo.

Esse tipo ou método de trabalho garante maior praticidade e otimização em relação ao processo de desenvolvimento de uma solução de TI, visto que os serviços serão realizados em um local com cultura, idioma e fuso horário parecidos com o do país de origem ou contratante.

Além disso, garante um serviço de qualidade e mais alinhado com os interesses do país contratante.

Na década de 1990, um país que fez muito isso foi o Canadá, que solicitou que diversos serviços de TI fossem realizados nos Estados Unidos, país vizinho, que guarda com aquele aspectos semelhantes em relação à cultura, idioma e fuso horário.

Uma das principais vantagens desse tipo é justamente o fato de que pode gerar um projeto de TI com melhores resultados e sem tantos ajustes, processo que é muito comum quando a solução não atende plenamente o seu objetivo, deixando a desejar.

3. Outsourcing de TI onshore

Por fim, temos o Outsourcing de TI onshore. Nesse tipo, os serviços de TI são desempenhados por empresas que estão dentro do mesmo território geográfico da organização contratante.

Assim, por exemplo, ela pode estar situada no país, estado ou cidade da empresa que solicitou o serviço.

Algumas das principais vantagens da Outsourcing de TI onshore são:

– Menor probabilidade de ocorrer os problemas que foram citados anteriormente, no caso, barreira por conta de idioma, fuso horário e cultura. Assim, existe maior probabilidade de a solução em TI ser feita de acordo com os interesses da empresa contratante e seu público-alvo. Com isso, alcança-se maior eficiência e excelência no desenvolvimento do projeto.

Além disso, evita-se perder tempo com reajustes de soluções em TI que podem fazer com que a empresa coloque em risco o seu adequado funcionamento.

Quando a solução em TI não está em perfeita sintonia com o seu projeto de elaboração, ela passa por reajustes que no lugar de otimizar o processo temporal, alarga-o, fazendo com que a empresa se torne improdutiva.

– Maior chance de negociação

A empresa que opta pelo Outsourcing de TI onshore também dispõe de maior poder de negociação, considerando que pode realizar reuniões presenciais e, assim, decidir o melhor preço para a solução em TI solicitada.

Além disso, pode até mesmo citar a concorrência como força de argumento no processo de negociação. Isso é capaz de garantir que a marca reduza custos e realize um bom e vantajoso negócio.

Como podemos visualizar, os tipos de Outsourcing de TI são boas opções para a marca que deseja obter excelentes vantagens no seu processo de terceirização de TI, com foco no outsourcing.

Quando for optar por um deles, considere os interesses de sua empresa, a sua realidade. Isso pode facilitar, e muito, o seu processo de decisão.

Outro ponto que merece ser citado em relação ao Outsourcing de TI onshore é que pode, se assim desejar, acompanhar melhor o desenvolvimento dos serviços de TI realizados. Com isso, você se aproxima mais da empresa contratada e pode realizar cobranças, algo que pode ser difícil quando se opta, por exemplo, pela primeira opção entre os tipos que citamos.

Como realizar cobranças e monitorar a realização dos serviços com a empresa situada em outro país que não guarda relação cultural, linguística e de horário com o país contratante?

Vantagens e desvantagens em relação ao Outsourcing de TI

O Outsourcing de TI, como vimos, é uma solução que pode otimizar o processo de gestão de uma empresa em relação a sua área de TI. Direta ou indiretamente oferece tanto vantagens como desvantagens.

Para que tenha uma leitura completa em relação ao Outsourcing de TI, apresentamos, a seguir, as suas principais vantagens e desvantagens. Confira!

Vantagens

Redução de custos

A redução de custos se apresenta hoje como um dos principais objetivos de um gestor, se não o principal. Afinal, reduzindo custos, a empresa pode aumentar o seu capital e, dessa maneira, investir na melhoria dos seus processos.

Nesse sentido, podemos dizer que o Outsourcing de TI pode contribuir significativamente para a redução de custos de uma empresa, uma vez que não gera para a empresa a responsabilidade de investir na aquisição de equipamentos de TI, bem como de mobília para estruturar um setor. Além disso, ela não se precisa se preocupar com a contratação de profissionais especializados, pois o Outsourcing de TI cuida de tudo, deixando a empresa enxuta e com uma boa saúde financeira.

Como sabemos, os equipamentos de TI são caros e podem onerar o financeiro da empresa. Fora que há outros gastos que também podem provocar isso, como é o caso da contratação de um profissional especializado. Além do salário, é preciso se responsabilizar pelos encargos trabalhistas e previdenciários.

Outro ponto que merece destaque em relação a esse tema é o fato de que a empresa tem previsibilidade em relação aos custos que terá com a contratação de uma que seja responsável pelo Outsourcing de TI, o que garante a ela maior capacidade de planejamento financeiro.

Assistência qualificada e especializada

Outra grande vantagem de se contar com um Outsourcing de TI é a possibilidade de fazer parcerias com empresas e profissionais que são especialistas na área de atuação. O que significa dizer que estão sempre se atualizando em sua área de mercado para garantir as melhores soluções para os seus clientes.

Com isso, a gestão em relação ao TI de sua empresa se torna mais eficiente e produtiva, fazendo com que ganhe maior poder de competitividade no mercado.

Outro ponto que merece destaque é o fato de que muitos dos contratos de Outsourcing de TI contam com cláusulas que asseguram que a empresa responsável por esse serviço atinja certos níveis de eficiência e produtividade, de modo a manter a sua organização sempre competitiva.

Com isso, a empresa contratante não precisa ter medo do impacto que o Outsourcing de TI causará, pois a ela são assegurados direitos que são previstos em contrato.

A sua empresa pode contar com tecnologias de ponta

O Outsourcing de TI dispõe de tecnologias de ponta, as quais ficam à disposição da empresa, para que ela faça uso eficiente delas.

Na visão de alguns especialistas, “empresas especializadas em outsourcing estão sempre acompanhando as tendências da área, a fim de oferecer serviços mais avançados e trazer o que há de melhor no mercado para atender às necessidades dos clientes — influenciando diretamente no desenvolvimento e crescimento do negócio. Em tempos em que as mudanças ocorrem em grande velocidade, é preciso estar por dentro dos lançamentos, buscando evitar a obsolescência e trazendo novos recursos para que as organizações possam contar com o que o mercado tem a oferecer de melhor.”

Vale acrescentar que pensar dessa maneira é fundamental em um mercado que a cada dia se encontra mais competitivo, exigindo das empresas a adoção de soluções tecnológicas modernas e alinhadas com a contemporaneidade.

Tecnologias de TI modernas podem fazer com que as organizações se tornem mais competitivas, produtivas, eficientes e reduzam custos.

No entanto, muitas delas são caríssimas, sendo a solução ideal, nesse caso, contar com o Outsourcing de TI. É uma saída estratégica, inteligente e fundamental.

Segurança das informações

Manter a segurança dos dados de uma empresa é, hoje, uma questão fundamental para que ela siga se desenvolvendo de maneira eficiente e segura. No entanto, vale dizer que se trata de uma operação complexa, mesmo com todos os avanços tecnológicos que conseguimos nos dias atuais.

Manter os dados seguros é a garantia de que poderá utilizá-los de maneira estratégica, com o objetivo de fazer com que a sua empresa cresça de maneira criativa e inovadora. Os dados são a fonte que uma organização precisa para crescer de forma poderosa.

Nesse sentido, podemos dizer que o Outsourcing de TI pode ajudar, considerando que as empresas responsáveis por essa operação ou conjunto de operações contam com profissionais qualificados que são capazes de indicar a melhor solução ou caminho para a sua empresa alcançar esse objetivo.

São profissionais capacitados e com larga experiência na área, os quais podem ajudar a sua empresa a manter os seus dados protegidos com as melhores soluções tecnológicas do mercado.

Maior produtividade

Os profissionais de empresas que oferecem o serviço de Outsourcing de TI contam com larga experiência de mercado. Além disso, são especialistas e se mantêm sempre atualizados com o objetivo de encontrar as melhores soluções para os casos que encontram nas empresas que atendem. Com isso, elas podem se tornar mais produtivas.

Ao oferecer soluções em TI de acordo com os problemas das empresas, elas ganham maior agilidade em relação aos seus processos ou operações.

O aumento da produtividade se dá pela realização de diversas tarefas em TI que a empresa fornece, como:

– Digitalização de processos ou operações, a partir da computação em nuvem ou softwares;

– Manutenção de hardwares e softwares, entre outros equipamentos;

– Desenvolvimento de aplicações tecnológicas de acordo com as necessidades da empresa.

Foco total na atividade principal da empresa

Como uma das principais vantagens do Outsourcing de TI, não poderíamos deixar de destacar o fato de que a sua empresa poderá focar totalmente em sua atividade fim, depositando todos os seus esforços nesse sentido.

Com isso, a empresa poderá alcançar com maior agilidade os seus objetivos, como o aumento dos clientes e das vendas. Esta é, sem dúvida alguma, o principal objetivo de uma organização.

Desvantagens

Ainda que apresente mais vantagens do que desvantagens, o Outsourcing de TI enfrenta alguns desafios que precisam de soluções. A seguir, destacamos os principais:

Perda da confidencialidade ou (falta) de segurança informacional

Esta é, sem dúvida alguma, a principal desvantagem em relação à contratação de um empresa de Outsourcing de TI, o fato de que a organização contratante perde a confidencialidade de suas informações ou dados que são gerados diariamente a partir de suas operações.

Muitos dos gestores veem nisso um problema, considerando que as informações podem vazar (como, por exemplo, por negligência) e beneficiar a concorrência. É claro que isso se trata de uma crítica em relação as empresas de Outsourcing de TI que não são éticas.

A questão da segurança ou proteção dos dados é algo que precisa estar claro no contrato que a sua empresa assinar com a que oferece serviços de Outsourcing de TI. O contrato deve conter uma cláusula de confidencialidade informacional, com o objetivo de preservar a imagem de sua marca, bem como os seus negócios.

Se a empresa ainda não conta, é bom também desenvolver uma política em relação ao tratamento das informações que ela gerar diariamente. Essa política pode ser repassada a empresa de Outsourcing de TI, para que assim o seu comportamento de proteção dos dados seja reforçado.

Falta de controle em relação às tarefas de TI

Outra desvantagem é o fato de que a empresa contratante pode perder o controle em relação às tarefas que são fornecidas pela empresa de Outsourcing de TI, o que pode colocar em risco a qualidade como são executadas.

Mas isso somente se a empresa contratante não possuir uma política rígida em relação ao monitoramento dos serviços terceirizados. É preciso que ela crie um controle de qualidade, de modo a fazer com que siga se desenvolvendo de maneira segura, eficiente e produtiva.

Uma forma de acompanhar a qualidade dos serviços em TI realizados pela empresa de Outsourcing de TI é solicitando relatórios, que descrevam as atividades que foram executadas. Outra forma é realizando uma auditoria interna, que seja capaz de apontar a qualidade dos serviços em TI.

Seja de uma forma ou de outra, monitorar as operações em relação às tarefas de TI é algo fundamental para que a sua empresa siga funcionando de maneira eficiente e produtiva.

Pouca compreensão em relação ao negócio

Algo muito criticado entre os gestores é o fato de que muitas vezes ao se contratar uma empresa de Outsourcing de TI, ela pouco conhece ou compreende o negócio do cliente, o que pode inferir na qualidade dos serviços que presta.

Falta de integração

A relação entre Outsourcing de TI e estratégia/desenvolvimento de negócio

A partir do que até aqui apontamos, talvez você já tenha visualizado melhor a relação que há entre o Outsourcing de TI e o desenvolvimento de sua empresa.

O Outsourcing de TI surge, atualmente, como uma solução estratégica para o desenvolvimento de um negócio, uma vez que ele trabalha para que a empresa se torne mais eficiente e produtiva, bem como enxuta do ponto de vista tecnológico.

A partir dessa prática ou conceito, compreendemos que a marca pode alcançar os seus objetivos com maior velocidade, como é o caso da digitalização de suas operações e desenvolvimento de projetos com maior eficiência.

O Outsourcing de TI se coloca hoje como uma ferramenta central para o desenvolvimento e modernização das empresas.

Nesse sentido, podemos compreender a modernização das empresas como uma atitude que tenha relação com o que há de mais tecnológico e tendência na contemporaneidade. Com outras palavras, a organização toma uma atitude que a ajuda a fazer com que as suas operações sejam modernizadas, aderindo, por exemplo, o Outsourcing de TI.

Como contratar um Outsourcing de TI corretamente?

Depois de tudo que leu a respeito do Outsourcing de TI, é muito provável que deseje adotá-lo em sua empresa, considerando as suas vantagens, que, como vimos, pode fazer com que o seu negócio se modernize, aumentando a sua eficiência operacional e reduzindo custos.

Mas para que a contratação de um Outsourcing de TI se dê de maneira correta e segura, é fundamental considerar algumas questões. São, na verdade, dicas sobre como contratar a melhor empresa de Outsourcing de TI. Conheça algumas:

Considere o tempo de experiência da empresa de Outsourcing de TI

Colocar em questão o tempo de experiência da empresa de Outsourcing de TI, é essencial para que contrate a melhor do mercado.

As empresas, de maneira geral, que contam com maior experiência, tendem a oferecer soluções mais criativas e inovadoras, pois elas já passaram por diversas situações que as fizeram amadurecer.

Além disso, as que contam com larga experiência de mercado tendem a evitar erros, o que é excelente para a organização que deseja crescer de maneira segura, sustentável.

A experiência, no âmbito do mercado, é considerada como algo fundamental nos processos de negociações.

Analise as competências da empresa de Outsourcing de TI

Outro ponto que deve observar são as competências que a empresa de Outsourcing de TI possui. Ainda que seja especializada na área de TI, oferecendo soluções estratégias para as organizações-clientes, ela pode contar com competências específicas que a torna mais atrativa e vantajosa para a sua empresa.

Por exemplo, contar como competências os modelos de Outsourcing de TI que vimos.

Considerar essa questão pode fazer com que a sua empresa adote não só a melhor empresa de Outsourcing de TI, mas também aquela que esteja mais alinhada aos interesses do seu negócio.

Verifique a qualificação da equipe da empresa de Outsourcing de TI

Quando se trata de contratar uma empresa de Outsourcing de TI para gerenciar tal área, nunca é demais considerar também a qualificação da equipe dela, ou seja, dos profissionais que fazem parte do seu quadro de consultores de TI.

Isso também pode ser decisivo em relação à contratação da melhor empresa de Outsourcing de TI do mercado.

Em geral, uma empresa de Outsourcing de TI conta com profissionais qualificados e especializados em áreas como programação, banco de dados, big data etc.

Veja se a empresa conta com premiações

As premiações atestam, de certa maneira, a qualificação de uma empresa, no que diz respeito à realização de serviços que fazem a diferença na existência de outra, que seja seu cliente.

Por isso, veja se a empresa de Outsourcing de TI conta com premiações, que validem a sua qualificação, inovação, criatividade e compromisso com os seus clientes.

Uma forma de tomar conhecimento disso é acessando o site da empresa de Outsourcing de TI ou, simplesmente, fazendo uma pergunta direta ao profissional responsável pela negociação.

Observe o número de clientes que já foram atendidos pela empresa de Outsourcing de TI.

Tomar conhecimento do portfólio da empresa de Outsourcing de TI é também fundamental no processo de negociação e/ou contratação.

Quanto mais empresa/cliente tiver sido atendido, melhor poderá ser os serviços que são oferecidos pela empresa de Outsourcing de TI. Afinal, se tantas empresas assim optaram pela empresa, é porque ela apresenta algum diferencial.

Agora que sabe o essencial a respeito do Outsourcing de TI, não deixe de contratar essa solução em sua empresa. Fazendo isso, você verá como ela se desenvolverá, alcançando os seus objetivos com maior velocidade.

Caso a dúvida sobre a contratação desse longo serviço permaneça, considere entrar em contato com uma consultoria de TI.

Tabela de Conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima