fibra óptica e suas vantagens

Vantagens de usar a fibra óptica sensitiva nos projetos de segurança eletrônica

Neste blog, exploraremos o que é a fibra óptica e como ela funciona na segurança de usinas. Confira mais detalhes abaixo.

A segurança perimetral é uma prioridade incontestável para empresas que operam em setores que envolvem infraestruturas críticas, como usinas de energia. Nesse contexto, a fibra óptica sensitiva desempenha um papel essencial, garantindo a proteção contra ameaças externas e resguardando essas instalações de potenciais riscos. 

Neste blog, exploraremos o que é a fibra óptica e como ela funciona na segurança de usinas.  

O que é fibra óptica? 

A fibra óptica é uma tecnologia capaz de transmitir informações através da luz. Ela é feita de vidro, da espessura de um fio de cabelo. 

Por ter a espessura super fina, a luz alcança altíssimas velocidades e longas distâncias. Isso porque, quanto menor o local de passagem da luz, mais longe ela é capaz de chegar. 

“A fibra óptica é diferente de tudo que a gente já viu até hoje. O vidro é bem fino e é feito para chegar a longas distâncias. Não é à toa que o nosso controlador chega a até 110km. A luz dá pulsos extremamente rápidos e é isso que faz a comunicação acontecer. E ele transforma esse pulso em detecção,” comenta Leonardo Santos, Analista de Sistemas de Segurança. 

Fibra óptica enterrada x Fibra óptica na cerca 

O diferencial entre esses dois tipos de aplicação se dá pelo tipo de detecção. 

A fibra óptica enterrada é instalada abaixo do solo ao longo do perímetro da área a ser protegida. Quando ocorre uma intrusão ou um movimento suspeito, a fibra sente o ruído padrão e detecta a intrusão. Nesses casos, é possível detectar o instruso até 5m antes dele encostar na barreira.  

Por outro lado, a fibra óptica na cerca envolve a instalação diretamente na cerca do perímetro. A detecção ocorre quando um intruso entra em contato com a barreira física. Qualquer movimento que cause vibrações é imediatamente identificado, ocasionando um ruído e permitindo a localização do ponto exato da intrusão. 

Vale ressaltar também que a fibra óptica é enterrada quando o solo possui condições favoráveis ou quando é tratado para receber a fibra óptica. Já a fibra na cerca, é escolhida quando o solo não possui condições para que a fibra seja enterrada ou por preferência do cliente. Mas, apesar de necessitar das condições do solo, em mais de 90% dos casos, o solo do perímetro pode ser tratado para que a fibra seja enterrada. 

Como funciona a fibra óptica sensitiva na prática? 

Toda a solução de segurança perimetral da Aeon Security funciona através de um controlador, que nada mais é do que um computador industrial equipado com placas específicas. 

A fibra óptica sensitiva, seja ela enterrada ou na barreira (alambrado, muro ou cerca), fica conectada a esse controlador, da FFT® (Future Fibres Technologies), responsável por processar e fazer a leitura do laser presente nas fibras.  

Caso alguém tente invadir o perímetro ou caso uma pessoa se aproxime do local, o laser é distorcido dentro da fibra. O controlador, por sua vez, integrado à fibra óptica, consegue medir as vibrações do laser dentro da fibra, detectando a distorção e apontando o local exato da tentativa de intrusão. 

No case da UFV Alex, um dos maiores projetos de captação de energia fotovoltaica do Brasil, o grande desafio era o tamanho da extensão do perímetro – de 13,5 km – e um ambiente agressivo com altas temperaturas e ruídos externos. 

Para o projeto, a Aeon Security optou pela integração de um sistema de 16 câmeras com a tecnologia de cabo de fibra óptica enterrada da FFT®. Com a fibra, foi possível detectar invasões no perímetro do complexo, com uma precisão de 2,5 metros e enviar dados de geolocalização para que as câmeras capturassem o incidente de forma rápida e precisa. 

Como resultado, inúmeras vantagens puderam ser observadas, como menor custo de implantação, menor necessidade de manutenção e alta durabilidade dos insumos. Vamos ver esses e outros benefícios abaixo com mais detalhes. 

Vantagens de utilizar essa tecnologia na segurança perimetral 

  • Detecção altamente precisa: a fibra óptica é sensível a qualquer tentativa de intrusão, o que a torna eficaz na detecção precoce. 
  • Ampla cobertura: pode ser instalada em grandes perímetros de usinas para garantir uma cobertura abrangente. 
  • Resposta imediata: O monitoramento acontece 24/7 e, portanto, é possível uma resposta em tempo real a qualquer atividade suspeita.  
  • Redução dos alarmes falsos: Com a fibra óptica, os ruídos gerados pelo ambiente conseguem ser controlados e não geram interferências. Essa diminuição da interferência faz com que a tecnologia seja mais precisa e reduza a quantidade de alarmes falsos. 
  • Fácil aplicação no perímetro: A sua instalação consiste em apenas inserir a fibra no alambrado com as braçadeiras com proteção UV, caso seja na cerca. Quando a opção é enterrá-la, o solo é escavado e, após a instalação, o solo é utilizado para cobrir a área novamente. 
  • Alta durabilidade e menor necessidade de manutenção: O sensor óptico é robusto e durável, com MTBF de 25 anos. Além disso, a fibra não se deteriora tão facilmente, pela sua alta resistência, sendo imune a raios, intempéries, calor e ventos, maresia ou quaisquer tipos de interferências eletromagnéticas (EMI) ou de rádio (RFI). 
  • Sustentabilidade: Por ser durável, permite também que não haja substituição regular de equipamentos, evitando que materiais sejam descartados com frequência no meio ambiente. 

Não espere para fortalecer a segurança de suas instalações! 

A fibra óptica é uma tecnologia crucial na segurança de usinas e outros perímetros. Seu desempenho de detecção precisa e confiável garante a proteção de ativos valiosos e a continuidade das operações.  

À medida que a segurança perimetral se torna cada vez mais importante, essas tecnologias continuarão desempenhando um papel crucial na proteção de infraestruturas essenciais. 

Não espere para fortalecer a segurança de suas instalações e garanta um futuro mais seguro para a sua usina. 

Compartilhe este post

Postagens relacionadas

Câmeras térmicas: o que são, sua importância e como funcionam 
Aeon Wind®: impulsionando a segurança em parques eólicos brasileiros 
Vantagens de usar a fibra óptica sensitiva nos projetos de segurança eletrônica